segunda-feira, 21 de abril de 2008

IZZY ESTAVA CERTO Você sabia?

Texto: Luciano Loccy (DIREITOS RESERVADOS/REPRODUÇÃO PROIBIDA)

Disse nos últimos posts que Izzy estava certo e disse também que iria explicar. Promessa é dívida. Pago agora. Quem conhece bem a história do Velvet Revolver sabe de algumas coisas importantes:

1) Izzy tocou em estúdio, compôs e gravou novas músicas com Slash, Duff e Matt (foto) quando o Velvet Revolver ainda se chamava "The Project" ("O Projeto"). Ou seja, houve literalmente uma reunião do Guns n' Roses (sem Axl) antes do Velvet Revolver se formar. Na época a banda ainda estava à procura de um vocalista.

2) Slash declarou que as músicas que eles gravaram com Izzy nessas sessões - que duraram algumas semanas - eram "o melhor álbum instrumental do Guns n' Roses". Ou seja, não apenas houve uma reunião do Guns n' Roses como a banda COMPÔS e GRAVOU um álbum inteiro - e animal - em pouquíssimo tempo.

3) Após essa declaração de Slash, as gravações com Izzy se tornaram uma espécie de Santo Graal para os fãs de Guns n' Roses. Qualquer fã que se preze PRECISAVA ouvir essas músicas (se você sabe o que significam "Ain't Goin Down", "Came Unglued" e "Ridin' Home" você provavelmente faz parte desse grupo de fãs maníacos).

4) A grande expectativa era de que as músicas compostas com Izzy fossem usadas no primeiro disco do Velvet Revolver. E que Izzy permanecesse na banda. Mas nenhuma das duas coisas aconteceu.

5) Logo após as sessões com Slash e Duff, Izzy sugeriu a Slash e Duff que desistissem de procurar um vocalista. Izzy disse que ele e Duff poderiam dividir os vocais da nova banda (repito: a nova banda era simplesmente o Guns n' Roses sem Axl). Izzy sugeriu aos caras que simplesmente saíssem por aí tocando rock n' roll. Sem complicações. A banda proposta por Izzy chegou a existir por um dia, num show do Camp Freddy, com Izzy nos vocais. Veja abaixo:

VÍDEO Camp Freddy com Izzy, Slash e Duff - "Jumpin' Jack Flash"



6) Slash e Duff não toparam. Slash disse que achou a idéia de Izzy "legal e romântica", mas preferiu deixá-la de lado. Sim, a "culpa" foi de Slash e Duff. Izzy estava certo, mas Slash e Duff não acreditaram nele. Preferiram apostar num sujeito chamado Scott Weiland. Izzy simplesmente sumiu do mapa ao saber que os amigos queriam insistir em achar um vocalista.

7) Mesmo com Izzy fora da banda (e já com Scott dentro), havia ainda a expectativa de que as músicas feitas com Izzy fossem usadas no primeiro disco do Velvet Revolver. Se não todas, pelo menos algumas. Mas aí entra em cena Scott Weiland, que simplesmente despreza todas as músicas feitas com Izzy. Scott teria dito que as músicas feitas com Izzy soavam "muito parecidas com o Guns n' Roses".

8) O resultado de tudo isso você conhece: a banda lançou "CONTRABAND" (que é um disco bem RUIM) e depois "LIBERTAD", que é bem melhor mas ainda assim está BEM ABAIXO do "padrão de qualidade Guns n' Roses." E, para piorar, Scott Weiland fez o que fez e agora a banda não tem vocalista.

Se você não sabia destes detalhes, agora ficou sabendo. E agora finalmente pôde entender porque eu disse que Izzy estava certo.


LEIA MAIS:

Slash diz que Velvet Revolver não vai acabar e banda recebe Robert Plant
Scott Weiland diz que Velvet Revolver vai acabar e troca insultos e acusações com Matt Sorum
Duff fala de terceiro álbum e diz que o Velvet Revolver vai durar





Encontre: Velvet Revolver; Slash; Scott Weiland

2 comentários:

thedoidinho disse...

É uma pena não termos um blog decente de Velvet revolver. Este blog defende tanto GNR antigo (que eu também gostava)que soa realmente como um blog de curiosidades do Guns, uma banda que já morreu faz tempo.

Eu gostava deste blog, mas há tempos troquei ele por comunidades do orkut.

Anônimo disse...

Bem...

Mas ele está falando alguma mentira?:)