sexta-feira, 16 de abril de 2010

SLASH "E o Rod Jackson?" sugere leitor

Texto: Lucky Loccy (DIREITOS RESERVADOS/REPRODUÇÃO PROIBIDA)
Fonte: YouTube.com


O leitor João Paulo Scoralick dá início a uma discussão interessante sobre o posto de vocalista na banda de Slash.

Ele elogia a performance de Andrew Stockdale no "Late Show" de Craig Ferguson (que você vê nesse post):

- Andrew Stockdale canta demais. No último refrão, ele emendou um verso no outro sem falhar. Sensacional.


Fala sobre Miles Kennedy:

- Não acho o Miles Kennedy um fraco vocalista. O cara até manda bem, mas o Slash tem muitas outras e melhores opções, sem dúvida. O próprio Stockdale seria uma grande alternativa, mas ele lançou há pouco o novo CD do Wolfmother, então deve estar fazendo turnê.


E, então, lança a "bomba":

- Que tal Rod Jackson para a posição de vocalista da banda de Slash?


***


Peraí...

Rod quem?

Rod Jackson, para quem não sabe ou não lembra, foi o vocalista da segunda encarnação do Slash's Snakepit.

Esse cara aqui:





Ele gravou os vocais do disco "Ain't Life Grand" e saiu em turnê com Slash (na turnê que o Snakepit abriu para o AC/DC; mas essa é uma outra história...).


Diz o João Paulo:

- Uma excelente escolha seria o Rod Jackson, que canta demais e gravou um excelente álbum com o Slash no Slash's Snakepit. É só ouvir "Serial Killer". Ele ainda é desconhecido do grande público, não tem uma agenda cheia, não parece ter um grande ego, canta muito, já conhece os caras... pra que procurar mais, Velvet Revolver?


***


Pra começar, vamos ouvir "Serial Killer".


VÍDEO Slash's Snakepit - "Serial Killer"
Do álbum "Ain't Life Grand"




OK.

Mas...

O que aconteceu com Rod Jackson depois do Snakepit?


***


Rod Jackson era vocalista de bandas desconhecidas antes de tocar com Slash.

E praticamente sumiu de cena depois que o Snakepit acabou.

Ouça alguns trabalhos que Rod fez depois do Snakepit.

Nesse vídeo dá pra ver ele cantando uma clássica no esquema voz e violão.


VÍDEO Rod Jackson e Jeff Layton - "Little Wing"
Rod Jackson (vocais) e Jeff layton (violão) no Citrus Studio, local e data desconhecidos




Outra com o mesmo cara.

Agora uma música que eles fizeram juntos.


VÍDEO Rod Jackson e Jeff Layton - "Nail"
Ao vivo no Cat & Fiddle, 2008 (local exato e data exato desconhecidos)




Com o mesmo cara...


VÍDEO Rod Jackson e Jeff Layton - "Jam"
Ao vivo em local e data desconhecidos




E outra...


VÍDEO The S.A.F. Project com Eddie Brnabic e Rod Jackson - "A Change is Gonna Come"
Colaboração entre Eddie Brnabic (guitarra, bateria e teclados), Rod Jackson (vocais), Kevin Briggs (guitarra) e A.J. Briggs (baixo)




E mais uma...


VÍDEO Razor Ball - "Razorball", "Sure Won't Hurt You" "Dirt to Dust", "What's the Big Secret" (trechos)
Rod Jackson (vocais), Greg Hampton (guitarra, baixo, teclado, percussão), Stefan 'Big Swede' Svennson (bateria, teclado) e Reeves Gabrels (guitarra)




***

Sobre os argumentos de João Paulo:


- Ainda é desconhecido do grande público.

Verdade.


- Não tem uma agenda cheia.

Verdade.


- Não parece ter um grande ego.

O blog (também) não sabe. Mas Slash disse em entrevistas pós-Snakepit que nem tudo eram rosas no relacionamento entre os caras da banda.


- Canta muito.

O blog não acha. O blog nunca gostou da voz de Rod Jackson. Ao ouvir "Serial Killer" e todas essas outras, o blog continua achando ele fraco.

Rod sabe cantar, claro.

Mas até aí o Myles Kennedy e a Celine Dion também sabem.


***


Após o novo post, João Paulo lança mais argumentos sobre a posição de cantor de Slash. E emenda com idéias para o Velvet Revolver...

Leia os novos comentários:

- Como disse, acho o Rod Jackson um grande vocalista. Fez um grande trabalho no Snakepit, cumprindo o dever de dar uma voz "negra" para a banda, uma vez que Slash quis gravar um CD com levadas de blues e até mesmo próximas ao jazz (é só escutar a faixa "Ain't Life Grand?").

Sem dúvida, a voz dele é diferente dos outros vocalistas com os quais Slash já trabalhou, incluindo aí o Eric Dover. Talvez por isso, o cara da cartola não voltou a trabalhar com Jackson, nem mesmo agora no seu disco solo. Afinal, Miles Kennedy é limitado, se comparado a Rod (ao meu ver!).

Seria interessantíssimo vê-lo cantar no Velvet Revolver, uma vez que agora a banda está "livre" para criar e não ser influenciada pelo estilo do Scott Weiland. Ao mesmo tempo, não imagino ver Rod Jackson cantando músicas como "Do It For The Kids", "Dirty Little Thing", "Spectacle"...

Talvez aí esteja um dos principais problemas, ao meu ver, do Velvet Revolver não ter decolado. Slash, Duff e Matt acabaram ofuscados pela influência de Weiland. Nunca imaginei que poderia ver os ex-guns citados tocando certas músicas do "Contraband" e do "Libertad". Muitas dessas canções possuem estilos muito distintos das composições do Guns e das carreiras solos de Slash, Duff...

Acredito que a saída de Scott foi um ganho para o Velvet. O cara até mandava bem em estúdio (o que, convenhamos até certos "padres" fazem...), mas o estilo imposto por ele e as suas performances ao vivo prejudicavam muito a banda.

Enfim, a entrada de um cantor com uma pegada mais roqueira (Rod Jackson, Sebastian Bach, Eric Dover, Andrew Stockdale...) seria muito benéfica para o Velvet e casaria com o que Slash, Duff e Matt sabem fazer de melhor: o bom e velho hard rock.

E, viajando mais um pouco, não seria nada mau se a ideia que tinha quando surgiu o então "The Project" (nome inicialmente dado ao projeto desenvolvido por Slash, Duff, Matt e Izzy, no início da última década e que viria a culminar na formação do Velvet Revolver) viesse à tona: a substiuição do Dave Kushner pelo mestre Izzy Stradlin e a divisão dos vocais da banda entre ele e Duff. Tá certo que ambos não são grandes vocalistas, mas a mistura de ambos seria algo muito interessante e que, indubitavelmente, combinaria com o resto da banda. Em suma: uma banda que REALMENTE poderia ser chamada de GUNS N' ROSES, ao contrário do que se vê atualmente por aí... mas essa é outra história...



***


O blog concorda em gênero, número e grau com o último parágrafo do comentário de João Paulo.

E pede licença para assinar em baixo.

Izzy, Slash, Duff juntos? Sem Dave Kushner e Scott Weiland para estragar?

Uma banda de sonho.

Com capacidade para tocar as velhas com estilo e fazer NOVAS músicas insanas!

É o que de mais próximo pode existir do Guns n' Roses em 2010.


***


E você, o que acha?

Comente AQUI.



LEIA MAIS:

Veja o arquivo do blog sobre Slash
Veja o arquivo do blog sobre Snakepit
Veja o arquivo do blog sobre a turnê de Slash



Encontre: Slash; guitarra; Velvet Revolver




5 comentários:

João Paulo Scoralick disse...

Luciano, a discussão é longa e boa.

Como disse, acho o Rod Jackson um grande vocalista. Fez um grande trabalho no Snakepit, cumprindo o dever de dar uma voz "negra" para a banda, uma vez que Slash quis gravar um CD com levadas de blues e até mesmo próximas ao jazz (é só escutar a faixa "Ain't Life Grand?").

Sem dúvida, a voz dele é diferente dos outros vocalistas com os quais Slash já trabalhou, incluindo aí o Eric Dover. Talvez por isso, o cara da cartola não voltou a trabalhar com Jackson, nem mesmo agora no seu disco solo. Afinal, Miles Kennedy é limitado, se comparado a Rod (ao meu ver!).

Seria interessantíssimo vê-lo cantar no Velvet Revolver, uma vez que agora a banda está "livre" para criar e não ser influenciada pelo estilo do Scott Weiland. Ao mesmo tempo, não imagino ver Rod Jackson cantando músicas como "Do It For The Kids", "Dirty Little Thing", "Spectacle"...

Talvez aí esteja um dos principais problemas, ao meu ver, do Velvet Revolver não ter decolado. Slash, Duff e Matt acabaram ofuscados pela influência de Weiland. Nunca imaginei que poderia ver os ex-guns citados tocando certas músicas do "Contraband" e do "Libertad". Muitas dessas canções possuem estilos muito distintos das composições do Guns e das carreiras solos de Slash, Duff...

Acredito que a saída de Scott foi um ganho para o Velvet. O cara até mandava bem em estúdio (o que, convenhamos até certos "padres" fazem...), mas o estilo imposto por ele e as suas performances ao vivo prejudicavam muito a banda.

Enfim, a entrada de um cantor com uma pegada mais roqueira (Rod Jackson, Sebastian Bach, Eric Dover, Andrew Stockdale...) seria muito benéfica para o Velvet e casaria com o que Slash, Duff e Matt sabem fazer de melhor: o bom e velho hard rock.

E, viajando mais um pouco, não seria nada mau se a ideia que tinha quando surgiu o então "The Project" (nome inicialmente dado ao projeto desenvolvido por Slash, Duff, Matt e Izzy, no início da última década e que viria a culminar na formação do Velvet Revolver) viesse à tona: a substiuição do Dave Kushner pelo mestre Izzy Stradlin e a divisão dos vocais da banda entre ele e Duff. Tá certo que ambos não são grandes vocalistas, mas a mistura de ambos seria algo muito interessante e que, indubitavelmente, combinaria com o resto da banda. Em suma: uma banda que REALMENTE poderia ser chamada de GUNS N' ROSES, ao contrário do que se vê atualmente por aí... mas essa é outra história...

Enfim, já falei demais.

Abraço

izaias disse...

Meu o pessoal desse blog tem que largar de ser viuvinha e ficar criticando "Axl Rose e seu Guns n Roses" "Slash e seu vocalista fraco".
Meu vcs não entendem é praticamente impossivel o Guns voltar oque temos a fazer é curtir os musicos Izzy e sua brilhante carreira sólo (dez discos maravilhosos, Duff e seus projetos como loaded e agora sua participação no Janes, Slash e seu disco com milhões de figurões do Rock e Axl Rose e o Guns n Roses que vcs gostem ou não é uma grande banda.
Sempre acompanho esse blog mas esse papinhos de vcs ja encheram parem de só criticar.

Oh. Cezar disse...

Bem... Ter estilo de voz diferente e cantar mal são coisas distintas ao meu ver...

Dizer que Myles Kennedy canta mal?
Que Rod Jackson canta mal?

Rod tem uma voz muito boa e com presença, mas este estilo de voz não fica muito bom no Rock n Roll. Soul Music é o lance dele, um Funk (Original). Ele tem voz ara estes estilos.

Pelo amor de Deus, é deixar os ciúmes do Guns clássico que não existi mais tomar conta dos trabalhos feitos após o termino da mesma...

Slash sem dúvidas é um excelente musico, fato este mostrado em seu Trabalho solo. E particularmente gostei muito de suas escolhas para o Album.

Scott ofuscar a banda? VoCê esta querendo dizer que o bostinha do Scott tem mais influencia sobre o publico, do que os ex membros do Guns? Pelo amor de Deus! Olhe os shows do Velvet e verá 90% publico é do Guns.

Scott nunca cantou bem! De fato foi uma escolha infeliz, ninguém merece aquele cara e sua voz extremamente fraca. (Desde o Stone Temple Pilots, vocalista de estúdio... Odeio esta Raça!)
Mas o trabalho do Velvet é muito mais Guns N Roses do que o próprio Guns!rsrs

Vide Chinese Democracy, um bom album para Axl Rose... Péssimo para o Guns.

Pelos shows que Myles Kennedy vem fazendo com slash, acho ele perfeito para as canções do Velvet revolver. (Quem diz que Myles Kennedy não canta é pq nunca viu um show do Alter Bridge). (Live Amsterdam - Recomendo)


O Fato é que, Velvet Revolver é para cantar Velvet Revolver e não Guns n Roses. Afinal... Nem Sebastian Bach canta Guns direito... Vide Show Metallica, Skid Row e Guns n Roses no inicio da década de 90.

Para cantar Guns direito... Só mesmo a formação Clássico do Guns, separados... É só um cover bem feito e nada mais...

Anônimo disse...

Tudo bem, seria realmente uma grande banda mas eu pessoalmente não quero uma cópia do Guns. Quero uma nova banda com a perfeição do Slash tocando ou não as antigas e fazendo novas.
Quanto ao vocal, realmente gosto da voz do Rod, acho o Stockdale perfeito mas também adoro o vocal do Myles, ele tem uma certa leveza na voz que combinam demais com o estilo do Slash... bem, essa é só minha opinião.

Unknown disse...

pra falar que o mYles kennedy nao canta nada tem que ser muito idiota mesmo, só olhar "starlight" ou "blackbird" do slash e alter bridge. o cara é um monstro